31 julho 2011

Capítulo 27 - Você é melhor do que pensa



- Oi pessoal, sou a Hannah Montana. Sei o que devem estar pensando e não, eu não sou a professora de vocês - não é a professora? Então o que ela é? - Eu sou muito nova e não fiz faculdade, então não posso ensinar, mas serei a auxiliar. O professor de vocês é o meu pai, Billy Ray - eu não podia acreditar, os outros alunos também não, pelo que eu ouvia, teve até alguém que disse "eu amo essa escola" e outro dizendo "eu tenho um autografo do meu professor".

Eu ainda lembro de chegar em casa com Selly e Smiley e encontrar minha mãe cantando e dançando com seu DVD Live on Tour, parecia até ter nossa idade, e agora ele ia me dar aula, estava na minha frente, Oh Gosh, ela vai surtar quando eu contar.

- Bom crianças, como ela disse, sou o novo professor de música de vocês - não somos mais crianças, por que todo adulto nos chama assim? - Vamos começar vendo como vocês cantam. Primeiro... você - ele apontou para uma menina de cabelo preto e comprido, com um vestido branco e azul, ela era muito bonita - Qual é o seu nome?
- Vanessa.
- Certo Vanessa, venha aqui à frente e pode cantar qualquer coisa.
- Ok - ela levantou e foi lá na frente, ao lado do professor Billy Ray, OMG, ainda não acredito.
- Pode começar - Hannah disse e ela começou a cantar.


Just walk away! Ooh, and don't look back
Basta seguir em frente! Ooh, e não olhe para trás
Cause if my heart breaks, it's gonna hurt so bad
Pois se o meu coração se partir,vai machucar tanto
You know I'm strong, but I can't take that
Você sabe que eu sou forte, mas eu não posso aguentar
Before it's too late, Oh, just walk away!
Antes que seja tarde demais, Oh, apenas siga em frente!

Ela cantou o trecho de uma música que, bem, eu não conhecia.

- Desculpa mas... de quem é essa música? - Hannah perguntou o mesmo que eu queria saber, adorei a música, pelo menos o trecho que ela cantou.
- É minha.
- Uau, uma compositora aqui - ela sorriu após Billy ter dito isso.
- Sua música é muito boa - Hannah falou.
- Obrigada.
- Pode se sentar - ela foi - agora... você - ele apontou em minha direção.
- Eu?
- É, venha, não precisa ter vergonha - ele disse.
- Vai Dê - Nick disse me empurrando.
- Ok - levantei e fui ao local onde antes estava Vanessa.
- Qual é o seu nome?
- Demi.
- Ok Demi, pode começar - well... lá vou eu.

So now you see
Então agora você vê
Why I'm scared
Por que eu estou assustada
I can't open up my heart
Eu não posso abrir meu coração
Without a care
Sem cuidado
But here I go
Mas aqui vou eu
It's what I feel
É o que eu sinto
And for the first time in my life I know it's real
E pela primeira vez na minha vida sei que é real

- E essa música é...? - Hannah não completou a pergunta, mas sabia o que ela queria saber.
- Minha.
- É ótima - ela sorriu.
- Obrigada.
- Outro compositora. Vejo que teremos uma sala muito talentosa esse ano - sorri.
- Posso sentar? - perguntei depois de um tempo apontando para o local onde eu estava.
- Claro, pode ir - e foi o que fiz - Agora... você - ele apontou para um menino de moicano preto - Qual é o seu nome?
- Bryan.
- Certo Bryan, quando quiser.


Stand,for what you believe in
Fique, para o que você acredita
Stand for all that is right
Fique, por tudo o que é certo
Stand when it's dark all around you
Fique, quando está tudo escuro à sua volta
You can be that shining light
Você pode ser essa luz brilhante
Stand when trouble comes calling
Fique, quando o problema vem chamando
You're gonna be all right
Você vai ficar bem
Stand just reach deep inside you
Fique, basta procurar bem fundo dentro de você
And be that shining light
E verá que tem um raio de luz
Stand
Fique

Hey, eu conheço essa música, é Stand, do Billy Ray.

- Stand? - Hannah disse como se fosse óbvio, mas num tom de pergunta, mas creio que não seja, afinal, a música é do pai dela.
- É, eu ouvi hoje de manhã e não saiu da minha cabeça, adoro essa música - pode ser verdade, mas pode ser também que o Bryan seja muito puxa-saco.
- Nem é puxa-saco - Nick sussurrou para mim, me fazendo rir.
- Pensei exatamente a mesma coisa - rimos.
- Pode sentar Bryan - Hannah falou e ele foi se sentar.
- Uma pergunta: quem de vocês já fez aula de canto? Levantem a mão - poucos levantaram. Reparei que Vanessa e Bryan não haviam levantado, e eles cantam bem.

Nós também nunca fizemos, mas não cantamos tão bem, quer dizer, eles cantam, eu não. Só não posso falar sobre isso com eles, se não eles "brigam" comigo, dizem que sou besta, etc. Mas eu percebo que é só para me sentir melhor, já me disseram a verdade.

- Pouco... - ele continuou - Se todos forem como Bryan, Vanessa e Demi eu não terei o que fazer aqui - ele e Hannah riram. Eu? Fiquei de todas as cores: vermelha, roxa, verde azul, rosa...
- Ele só disse isso pra não deixar meu nome de fora e eu me sentir mal - acabei falando alto e me arrependi na hora.
- Ah Demetria, cala a boca.
- Não me chame de Demeria, Jerry.
- É Dems, o Nick tem razão, você canta muito bem.
- Não canto.
- Não? Quem pode ganhar um concurso de canto se não canta bem?
- Ah, sei lá Sel.
- É Demi - ótimo, ele me chamou de Demi - você não tem que acreditar em todos, só porque aquela pessoa disse aquilo, não significa que seja verdade.
- Então como saberei que vocês dizem é verdade?
- Porque não somos só nós - Selly disse - Todos falam, até o Billy Ray, e você ganhou um concurso, o que, os juízes e todo o público iriam mentir? - bem... é verdade.
- É, pode ser, mas por que ela iria dizer aquilo?

# FlashBack #

Acabei de descer do palco em minha primeira competição, OMG.

- Não foi mal - uma menina se aproximou de mim, a que havia cantado antes.
- Obrigada.
- É, mas também não foi bom. Você é fora de tom e exagera muito, já pensou em fazer aula? Se é que ajuda. Mas não se preocupe, seus amiguinhos devem estar cuidando disso - olhei em volta, eles não estavam lá. Tudo o que sofri, o bullying que parou a pouco tempo, tudo voltou, eu me sentia sozinha.
- Em terceiro lugar... Thalita Silva.
- Viu como se faz? Ah, deixa eu ir, minha família deve estar me procurando - ela saiu.
- Em segundo lugar... Demi Lovato - como eles conseguiram convencê-los de me deixar em segundo?

# Fim do FlashBack #

Depois disso parei de cantar, até que finalmente meu amigos me convenceram a voltar, mesmo que por diversão, pois eu amo cantar, e todo ano Miley me insiste a competir de novo, até que voltei ano passado, quando enfim superei, mas isso não muda os fatos.
Os alunos continuavam indo à frente cantar.

- O que vocês falaram para os juízes aquele ano?
- O quê? - Sel perguntou.
- Na primeira competição, podem contar, eu já sei.
- Nós não falamos nada, estávamos te procurando nos bastidores.
- Mas ela disse...
- Você ainda vai acreditar no que ela disse? - Nick me interrompeu - Quem era ela?
- Thalita Silva, terceiro lugar.
- Demi, você ganhou dela e ainda acredita no que ela disse? - disse Selly.
- Mas ela falou que eu só ganhei porque vocês falaram com os juízes.
- Dê, nós nem vimos a cara dos juízes, ok? Ficamos o tempo todo nos bastidores. E tem mais: o que poderíamos falar para que eles não fossem honestos e mudassem a avaliação? Você ganhou dela porque é melhor que ela, ganhou esse ano porque era a melhor de todas e você canta muito bem - as palavras de Nick me fizeram pensar.
- É, você deve estar certo.
- É claro que estou certo.
- Convencido.
- Convencido não, realista - rimos.
- Obrigada gente - nos abraçamos e nos soltamos quando vimos que Hannah olhava para nós e lembramos que estávamos na aula.

Depois de algumas pessoas cantarem lá na frente fizemos alguns exercícios vocais. Não deu tempo para irem todos, tanto que Sel e Nick não cantaram.
Passaram-se as aulas e agora era o intervalo. Fui à máquina pegar uma barra de cereal enquanto Sel e Nick iam para a mesa. Alguém colocou a mão em meu ombro. Me virei. Era o Zac.

- Oi Demi - ele me deu um beijo na bochecha.
- Oi.
- Então, eu consegui, compus uma música.
- Sério? Que legal, como é?
- Eu queria te mostrar, a gente pode ir na sala de música antes de começar a próxima aula? Já fui lá, não tem ninguém.
- Hmm, ok. Só vou avisar meus amigos, eles estão esperando.

Tirei o celular do bolso e digitei a mensagem, depois a enviei para Nick.

"Não vou ficar com vocês agora, tenho que fazer umas coisas. Avisa o povo ai. xoxo"

- Pronto?
- Aham - eu disse guardando o celular após receber uma mensagem dizendo "ok".

Fomos até a sala de música.

- Só uma pergunta - é, eu tinha que checar - você não bebeu hoje né?
- Por quê? Com medo? - ele tentou fazer uma cara de vilão de filme, mas não deu muito certo.
- Não - eu disse num tom óbvio - mas como somos amigos agora, tenho que saber, é meu dever - ele riu.
- Ta bom então, não bebi mãe - ele sorriu novamente - Por quê? To muito estúpido?
- Não, mas vai ver você ainda não bebeu até esse ponto.
- Ah, não, não bebi nada. Como te disse, estou tentando para.
- Isso é ótimo - sorri.
- É sim - ele disse pegando o instrumento.

Sabe, eu sentia a necessidade de ajudá-lo, talvez porque ele está passando pelo mesmo que eu, também porque consegui sentir a dor e a culpa que ele sentia aquele dia, ele conseguiu me transmitir isso.
Eu sentei no local de costume, onde eu sempre ficava para tocar, e ele estava de pé ajeitando o instrumento.
Depois de pronto ele sentou ao meu lado e começou a tocar (continue lendo ouvindo ESSA música)

The day the door is closed
No dia em que uma porta se fecha
The echoes fill your soul
Os ecos invadem sua alma
They won't say which way to go
Eles não irão dizer que caminho trilhar
Just trust your heart
Apenas confie em seu coração

To find why you're here for
Para saber o porque de estar aqui
Open another door
Abra uma outra porta
But I'm not sure anymore
Mas eu não tenho mais certeza
It's just so hard
É muito difícil

Voices in my head
Há vozes na minha cabeça
Tell me they know best
Me dizendo que sabem melhor
Got me on the edge
Isso me deixa furioso
They're pushin', pushin'
Eles estão empurrando, empurrando
They're pushin'
Eles estão empurrando

I know they've got a plan
Eu sei que eles tem um plano
But the ball's in my hands
Mas a bola está na minha mão
This time is man-to-man
Desta vez é homem-a-homem
I'm drivin, fightin, inside of
Estou dirigindo, lutando dentro
A world that's upside down
De um mundo que está de cabeça para baixo
It's spinning faster
E girando rápido
What do I do now
O que faço agora
Without you?
Sem você?

I don't now where to go
Eu não sei aonde ir
What's the right team
Qual é o time certo
I want my own thing
Eu quero minhas próprias coisas
So that i'm going scream
Tanto que eu vou gritar
I can't choose, so confused
Não posso escolher, estou rão confuso
What's it all means?
O que tudo isso significa?
I want my own dream
Eu quero meu próprio sonho
So that i'm going scream
Tanto que eu vou gritar

I'm kicking down the walls
Estou chutando as paredes
I gotta make 'em fall
Tenho que fazê-las cairem
Just break through 'em all
Só para atravessar todas
I'm punchin', crashing
Estou socando, empurrando
I'm gonna fight to find myself
Eu vou lutar para me encontrar
Me and no one else
Eu e mais ninguém
Which way, I can't tell
Com esse caminho não posso contar
I'm searchin', searchin'
Estou procurando, procurando

Can't find the
Não consigo achar
Way that I should turn
Um jeito melhor que devo seguir
I should, to right or left,
Eu devo ir, para direita ou esquerda
it's... It's like nothing works
É... é como se nada funcionasse
Without you
Sem você


I don't now where to go
Eu não sei aonde ir
What's the right team
Qual é o time certo
I want my own thing
Eu quero minhas próprias coisas
So that i'm going scream
Tanto que eu vou gritar
I can't choose, so confused
Não posso escolher, estou rão confuso
What's it all means?
O que tudo isso significa?
I want my own dream
Eu quero meu próprio sonho
So that i'm going scream
Tanto que eu vou gritar



Yeah, the clock's running down
Yeah, O tempo está rápido
Hear the crowd gettin' loud
Ouça a multidão gritando
I'm consumed by the sound
Sou consumido pelo som
Is it her?
É ela?
Is it love?
É o amor?
Can the music ever be enough?
A música pode sempre ser o suficiente?
Gotta work it out!

Tenho que dar um jeito!

Gotta work it out!
Tenho que dar um jeito!

You can do it!
Você pode fazer isso!

You can do it!
Você pode fazer isso!



I don't now where to go
Eu não sei aonde ir
What's the right team
Qual é o time certo
I want my own thing
Eu quero minhas próprias coisas
So that i'm going scream
Tanto que eu vou gritar
I can't choose, so confused
Não posso escolher, estou rão confuso
What's it all means?
O que tudo isso significa?
I want my own dream
Eu quero meu próprio sonho
So that i'm going scream
Tanto que eu vou gritar





I don't now where to go
Eu não sei aonde ir
What's the right team
Qual é o time certo
I want my own thing
Eu quero minhas próprias coisas
I want my own thing
Eu quero minhas próprias coisas
I can't choose, so confused
Não posso escolher, estou rão confuso
What's it all means?
O que tudo isso significa?
I want my own dream
Eu quero meu próprio sonho
So that i'm going scream
Tanto que eu vou gritar


Então, é isso por hoje, espero que gostem (: 
Amanhã, volta às aulas D: haha' mas continuarei postando, todo domingo, meu domingo é de vocês *-* #toromantica haha'
Também queria avisar que estou postando uma fiction lá no FFOBS, é uma fanfic sobre McFly e é um pouco diferente das postadas em blog. Como assim? Tipo, assim você está dentro da fic, a história é sobre você e seu McGuy favorito, comecei a pouco tempo, ainda está no primeiro capítulo (:
Vou postar os dados da fic pra vocês verem o que acham:

Descrição: O melhor amigo que eu poderia desejar, como um irmão para mim. Pessoas que entraram na minha vida para com certeza deixar a sua marca… mas isso nem sempre é bom. Confusão, sentimentos mudando, personalidades sendo reveladas e descobertas que eu realmente esperava não ter. A única coisa que eu sei é que eu quero resolver minha vida, agora vai ser do meu jeito, eu vou ser feliz.
Gênero: Comédia Romântica/Drama
Classificação: 16 anos

Cliquem no nome para acessar (:

Também queria divulgar a Fic Untouchable da T. A Fiction é muito boa, vale super a pena, eu já viciei *-*


Respostas:
Karina: Obrigada pelo comentário (: Espero que esteja gostando (yn) haha' Beijos ;*

T.: É, na verdade quando eu os coloquei juntos eu já pensava no término, por causa da votação que teve, mas depois eu não quis mais que acabassem, vai entender, haha'. 
Awwnt, obrigada *-* E agora meu twitter foi hackeado D: Mas to tentando -qn
Nossa, amei Untouchable, e OLG também está perfeita *-*
Beijos ;* 

Vivi: Te respondi lá no Chat, não sei se você viu, mas enfim, eu responderei de novo ;D hahaha' 
Então, isso é muito estranho, não sei mesmo o que está acontecendo :S Eu mexi no HTML, acho que resolveu, eu "refiz" a caixa dos comentários, espero que agora vá (yn)
Mas obrigada por estar lendo e comentando, e por ter me avisado. Muito obrigada mesmo *-*
Espero que também esteja gostando (yn) haha'
Beijos ;*

É isso Peacocks, obrigada por tudo (: 
Beijos ;*
Amo vocês Skyscrapers

2 comentários:

  1. Awwwn a história tá muito linda *-*
    Zac Zac Zac *0* , hehe'
    Menina você escreve perfeitamente , até parece que você que tá dentro da história , você escreve de um jeito que parece que não é a ' Demi ' que tá falando , e sim você mesma , tá perfeito , parabéns sz

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir